Saúde: Campanha Outubro Rosa alerta para prevenção do câncer de mama e do colo do útero

A decoração na cor rosa está tomando conta das Unidades de Saúde de Marabá sinalizando para o mês de prevenção do câncer da mama e do colo do útero. A abertura oficial da Campanha Outubro Rosa foi nesta segunda-feira, 07, no Centro de Referência em Saúde da Mulher. A cerimônia aconteceu a noite, marcando o início dos atendimentos extras que acontecerão durante todo o mês de outubro, no Crismu.

A programação contou com palestras, apresentação de dança e um depoimento emocionante da Francisca Elisângela Alves de Lima, uma mulher que escolheu lutar contra o câncer de mama e venceu a batalha. Ela é integrante do grupo de apoio Esperança e, atualmente, ajuda outras mulheres a se prevenir e superar a doença quando diagnosticada.  “Achava que seria meu fim e não teria mais jeito. Eu ouvi história de outras mulheres que já venceram o câncer, fui em busca do meu tratamento e hoje estou curada. Eu descobri o câncer fazendo o autoexame, depois procurei um mastologista e foi com ele que descobri. Na rede pública fiz consultas no CEI e quimioterapia”, enfatizou a historiadora.

Dona Arlete Souza Conceição, 53 anos, aproveitou a campanha para marcar a realização de uma mamografia. Ela faz acompanhamento de um nódulo no seio e por recomendação médica necessita monitorar a lesão continuamente. “O Outubro Rosa é muito bom, depois que começaram essa campanha, incentivou muitas mulheres a procurar saúde, antes era um tabu e, hoje, as mulheres se conscientizaram mais”, afirmou.

A aposentada Alzenir Lopes de Souza, 64 anos, moradora da Folha 33, disse que há dois anos acompanha o Outubro Rosa. Ela também não perdeu tempo em procurar o Crismu para garantir uma consulta ginecológica. “É importante né?! Muitas vezes a gente não tem dinheiro para pagar particular e a gente aproveita, fica mais fácil. Desde quando inventaram o Outubro Rosa eu participo”, comentou.

De acordo com o diretor da Média e Alta Complexidade da Secretaria Municipal de Saúde, Geraldo Barroso, o objetivo maior da campanha é a prevenção. Para isso, o Crismu está em funcionamento durante o dia e a noite para atender as mulheres. “Queremos que as mulheres façam o PCCU [exame de Prevenção de Câncer de Colo Uterino, conhecido como preventivo], é o primeiro exame que deve ser feito. É simples e rápido, sem o exame fica difícil para nós, da Média e Alta complexidade, cuidar da mulher”, destacou.

O diretor enfatiza que as mulheres que precisam do tratamento nesse período, terão atendimento extra. No Crismu funciona o laboratório de citologia oncológica, ultrassonografia, mamografia, realização de PCCU. Ele ainda acrescentou que em breve o Centro de Referência em Saúde da Mulher terá um novo espaço mais moderno, na Folha 31.

O secretário de Saúde, Luciano Dias, destacou que toda a rede municipal está trabalhando para agilizar o atendimento esse ano. Serão mais de 2.500 procedimentos, entre exames e consultas, para diagnosticar casos positivos da doença. “Nosso foco é dar celeridade ao atendimento à mulher e promover o resultado o quanto antes. Nós reunimos com a nossa equipe de profissionais de toda a rede para dar melhor atendimento e proporcionar resultados rápidos dos exames, para que caso haja alguma eventualidade ou complicação, as mulheres comecem o tratamento o mais rápido possível” afirmou.

Texto: Leydiane Silva
Fotos: Paulo Sérgio dos Santos 

ACESSIBILIDADE
X