Saúde: CCZ realizou 1180 castrações e vacinou mais de 30 mil animais em 2020

(25 de novembro de 2020)

A previsão é que mais de 1200 procedimentos sejam realizados até o fim do ano

Apesar das dificuldades encontradas devido a pandemia do novo Coronavírus, o Centro de Controle e Zoonoses de Marabá (CCZ) já realizou 1.180 castrações no ano de 2020. Os dados estão atualizados até o dia 24 de novembro. A previsão é que mais de 1200 procedimentos sejam realizados até o fim do ano. O número é superior ao ano de 2019, quando foram realizados 913 castrações.

Os felinos foram a maioria do total de castrações com 826 cirurgias realizadas, cães foram 354. Durante o período de quarentena, os agendamentos estão sendo realizados via Whatsapp, através do número (94) 3324-4411, para evitar aglomeração e manter o atendimento à sociedade.

Vale lembrar que para o início do próximo ano está prevista a inauguração do novo Bloco Cirúrgico do CCZ, que permitirá uma melhor estrutura para a realização dos procedimentos.

Vacinas

Outra medida adotada durante o período foi a vacinação de casa em casa, que está passando por todos os bairros de Marabá, desde 21 de outubro. Ao todo, 30.278 animais já foram vacinados contra raiva esse ano, sendo 17.278 cães e 13.000 gatos. Nos próximos dias a Campanha ainda passará pelo Vale Itacaiunas, Filadélfia, Belo Horizonte, Amapá e Vila São José km 08.

Os dados incluem também as vacinas realizadas no próprio CCZ, que neste ano estão acontecendo durante todos os dias, inclusive fins de semana, das 8h às 18h. Caso a as equipes já tenham passado pelo seu bairro e você não tenha conseguido vacinar seu pet leve-o ao Centro de Controle de Zoonoses, localizado na Avenida Dois Mil, Bairro Belo Horizonte, Núcleo Cidade Nova.

Adoção

As adoções de animais também não pararam em 2020. 177 animais que foram recolhidos da rua pelo Centro receberam um novo lar neste ano. Sendo 145 cães e 32 gatos. “São animais que nos resgatamos ou que são abandonados aqui. As pessoas assinam um termo de responsabilidade para poder retirar o animal”, explica Nagilvan Amoury, coordenador do CCZ.

Os animais adotados no centro já são entregues castrados. Caso sejam muito novos para o procedimento eles recebem atendimento prioritário do órgão quando atingirem a idade correta para realização da cirurgia.

Testes de Leishmaniose

Os testes rápidos de leishmaniose seguem suspensos no CCZ. Nagilvan observa que não há prazo para essa situação se regularizar, já que a responsabilidade desses testes é do Ministério da Saúde do Governo Federal que não está realizando o envio desse e de outros suprimentos (vacinas e soros) para os Estados e, consequentemente, não há como suprir a necessidade de imediato.

Texto: Osvaldo Henriques
Fotos: Paulo Sérgio