Saúde: Centro de Especialidades atende pessoas com sintomas da covid-19

Iniciou na terça-feira (02), os atendimentos para pacientes com sintomas da Covid-19 no CEI – Centro de Especialidades Integradas, localizado no bairro Amapá, Rodovia Transamazônica. Com mais este ponto, agora são 14 locais disponibilizados pela Prefeitura para consultas de pessoas com sintomas do novo coronavírus (Sars-Cov-2).

A comerciante Marlúcia Guilherme ao surgir os primeiros sintomas da doença procurou o CEI. “Graças a Deus me atenderam bem e já fui consultada, pegaram meu nome, mediram minha pressão, então o atendimento aqui para mim está ótimo, eu não tenho do que reclamar dos atendimentos aqui não”, observou dona Marlúcia.

Vale lembrar que alguns dos sintomas da covid-19 são tosse, febre, dor de cabeça, dificuldade de respiração e falta de paladar e olfato.

Marlúcia Guilherme

Os atendimentos estão sendo realizados em dois períodos, de 08h às 12h e das 14h às 17h. O local também é um centro de distribuição de medicamentos para o tratamento da covid-19. “O paciente chega com sintomas, síndrome gripal, e aí num primeiro momento fazemos o acolhimento e a triagem e encaminhamos para o médico, que vai fazer a consulta dele e, se for o caso de solicitar o teste rápido, já encaminha o paciente para fazer esse teste rápido. Também se for o caso de iniciar o tratamento, ele faz a receita e o paciente já pega o medicamento aqui na farmácia”, explica a enfermeira Marlene Barros.

enfermeira Marlene Barros

Seu Elias Teles, também não perdeu tempo e procurou logo atendimento no Centro de Especialidades Integradas. “Eu estava sentindo muita falta de ar e então tive que vir para cá, não dá para esperar muito tempo e já fui atendido, graças a Deus”, contou.

Elias Teles

O gerente do CEI, Fábio Lima, disse que podem ser realizadas até 120 atendimentos diários. Para isso, o número de profissionais foi ampliado e mais EPIs (Equipamento de Proteção Individual) foram adquiridos. “Nós recebemos os suspeitos, realizamos os atendimentos e entregamos os medicamentos, nós estamos com a equipe preparada para isso e orientamos as pessoas que moram para o lado da Cidade Nova que procurem o CEI para a realização dos atendimentos pela proximidade e evitar que as pessoas fiquem circulando pela cidade”, explicou Fábio Lima.

Gerente do CEI, Fábio Lima

Veja outras fotos: 

Texto: Victor Haôr
Fotos: Paulo Sérgio 

 

Acessibilidade