Saúde: Coordenação de Endemias intensifica combate ao mosquito Aedes

Conforme verificado no último Levantamento do Índice Rápido do Aedes Aegypti (LIRA), a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Coordenação de Endemias,  intensifica o combate ao mosquito transmissor da dengue, zika ou chikungunya, nas localidades que apresentaram maior proliferação do inseto ou naqueles locais, onde ocorreu algum caso de suspeita de doenças por ele transmitidas.

Segundo Amadeu Moreira, coordenador de Endemias e Vigilância Ambiental, nesse âmbito, a penúltima área a ser contemplada nessa intensificação foi todo o Km 7, justamente porque um morador desse bairro teve complicações por suspeita de dengue, situação não confirmada até o momento, mas suscitou a necessidade de uma ação rápida para controle de uma possível proliferação do Aedes.

Nesta quarta-feira (11), trabalho semelhante foi concluído no distrito de Morada Nova, com visitas nas residências, procura e eliminação de criadouros do mosquito e, quando necessário, aplicação de fumacê para combate ao inseto.

A partir desta quinta-feira (12), a Coordenação de Endemias fará novo planejamento, voltado para o núcleo Cidade Nova, obedecendo ao critério definido no LIRA, fazendo visitas domiciliares, busca e tratamento de criadouros de mosquitos pelas comunidades, onde foi detectada maior presença do mosquito da dengue.

Amadeu alerta, no entanto, os proprietários de terrenos baldios (sem edificação) para o cuidado em mantê-los limpos, considerando que são espaços apropriados para criação de mosquitos. Essa mesma atenção vale para os demais moradores, que devem manter quintais limpos, evitar água parada em calhas, bebedouros de animais, vasos de plantas e caixas de água descobertas.

É bom frisar, que a maioria dos criadouros do mosquito Aedes Aegypti, encontrada durante as pesquisas do LIRA, está justamente em depósitos dentro de casa ou no entorno dela, e ao nível do chão. Portanto, o combate a esse inseto depende muito da ação dos moradores em tirar um tempo, toda semana, para checar se existem criadouros de mosquito e limpar suas instalações.

Texto: João Batista 
Fotos: Sérgio Barros 

Acessibilidade