Saúde: Coordenação de Endemias realiza ações nos abrigos

A Coordenação de Endemias e Vigilância Ambiental está fazendo o controle químico (fumacê) de vetores de doenças nos 15 abrigos espalhados na cidade, considerando que são espaços onde os indivíduos tendem a se aglomerar, por isso carecem de cuidado especial para evitar doenças transmitidas pelo Aedes aegypti.

Segundo José Amadeu Moreira, coordenador de Endemias e Vigilância Ambiental, além de quebrar o ciclo do mosquito Aedes Aegypti por meio do fumacê, as equipes também distribuem hipoclorito de sódio para o tratamento da água armazenada, e assim diminuir as chances de contaminação por vírus, parasitas e bactérias causadores de inúmeras doenças.

Logo em seguida, a essa ação nos abrigos, que deve ser concluída nesta sexta-feira, 27, as equipes ao controle químico nos bairros que tiveram casas invadidas pelas águas dos rios, à medida que essas moradias fiquem secas, para que recebam de volta os seus habitantes, sem o risco de contaminação por algum agente causador de doença, como cólera e outras.

Texto: João Batista
Fotos: Divulgação

Acessibilidade