Saúde: CTA/SAE exibe documentário sobre direitos da pessoa soropositiva

Nesta sexta-feira, 24, às 14 horas, o Centro de Testagem e Aconselhamento / Serviço de Atendimento Especializado (CTA/SAE), por meio do Projeto Cine CTA, exibe  o documentário nacional “Carta para Além dos Muros”, do cineasta André Canto, no auditório do próprio CTA/SAE, com objetivo de esclarecer acerca dos direitos da pessoa com vírus HIV e debater o preconceito imposto pela comunidade aos soropositivos.

Segundo Katiane Chaves, gerente do CTA/SAE Marabá, o projeto CINE CTA, desenvolvido pela psicóloga Carolina de Miranda Pinheiro e pelo farmacêutico Pedro Pereira Barroso Neto, objetiva informar sobre sua condição enquanto pessoa vivendo com HIV, seus diretos, bem como a desconstruir o preconceito, que de acordo com o documentário persiste desde o início da epidemia na década de 1980 até os dias atuais.

O filme “Carta para Além dos Muros” traz um panorama cronológico extenso no que diz respeito ao HIV/AIDS no Brasil. E, embora se estenda em reflexões dentro de alguns tópicos de contexto mais amplo, destaca o estigma que acompanha a doença.

O documentário contém mais de 30 depoimentos de pessoas que lidam ou lidaram com essa doença, a exemplo do médico Drauzio Varella e Lucinha Araújo (mãe de Cazuza), além de contar com um personagem anônimo, que se descobriu com HIV há dois anos. Caio (nome fictício) tem um discurso comum àqueles que carregam o medo e o preconceito há décadas.

No dia 07 de fevereiro, em duas sessões, às 10h30 e às 16h00, a programação será estendida aos servidores da unidade, com o propósito de debater sobre as diversas questões que envolvem os soropositivos, incluindo os estigmas relacionados ao HIV/AIDS entre outros assuntos. Após a exibição haverá roda de conversa para discussão do assunto e esclarecimentos.

Texto: João Batista
Foto: Internet

Acessibilidade