Saúde: Processo de aquisição de Equipamentos de Proteção Individual já está em andamento

Já está concluída a primeira fase do Processo Licitatório para a compra de Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs) para a Secretaria Municipal de Saúde (SMS). O valor total previsto da licitação é de R$1.154.244,70. Você pode acessar a licitação aqui.

Serão adquiridos 50 tipos diferentes de itens que ajudarão os profissionais do município no combate ao novo coronavírus (SARS-CoV-2). Entre eles estão mais de 3.000 máscaras descartáveis do modelo simples, 200 caixas de máscara respirador N95 “bico de pato”, 200 unidades de respiradores semi-facial, máscaras de filtro químico, sapatos hospitalares, jalecos, toucas descartáveis, luvas, protetores faciais, óculos de proteção, dispensers para álcool em gel, entre outros.

Essa compra pode ser feita de forma parcelada de acordo com a necessidade da administração. Vamos adquirindo conforme formos precisando. Os registros de preço duram um ano”, explica Daliane Froz, presidente da Comissão Permanente de Licitação (CPL).

A licitação foi aberta no dia 8 de abril e 50 empresas se credenciaram para participar, 20 delas estão agora em processo de negociação. As empresas restantes devem anexar toda a proposta e encaminhar à CPL. “Vale lembrar que é um valor estimado, com esse processo de negociação a tendência é que ele diminua, seja menor”, sublinha Daliane.

O prazo para entrega da proposta se encerra nessa terça-feira (14). Caso as empresas apresentem a documentação de forma correta, o processo segue para fase de habilitação. Devido às mudanças na lei, não é necessário aguardar a documentação física. Caso haja problemas com as documentações apresentadas pelas empresas, o prazo pode se estender um pouco mais.

“Estando tudo ok, faremos a autenticação de toda documentação que apresentarem e daqui para quinta-feira estará concluída essa fase. Após, é feito o controle interno e emissão de parecer, que segue para a assinatura das atas de registro de preço e é encaminhado para o secretário assinar e finalizar o processo no sistema”, esclarece Daliane.

O uso do EPI é fundamental para garantir a saúde e a proteção do profissional de saúde, sobretudo no momento atual, em que o mundo passa pela pandemia da Covid-19. Garantindo que o profissional não seja exposto as doenças, reduzindo qualquer tipo de ameaça ou riscos ao trabalhador O uso dos equipamentos é determinado por norma técnica NR6 e devem ser utilizados durante todo expediente de trabalho.

Texto: Osvaldo Henriques
Foto ilustrativa da internet 

 

Acessibilidade