Saúde: UBS Jaime Pinto já funciona em novo local

Desde o dia 20 de janeiro, a Unidade Básica de Saúde (UBS) Jaime Pinto está funcionando na sede do antigo Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST), localizado entre a ruas Dr. Geni, Simplício Costa e Avenida Brasília. Isso porque a UBS está passando por uma reforma, que já foi iniciada. Nesse momento acontece a troca do piso para o de granitina.

Com exceção do serviço de odontologia e curativo, o espaço provisório está funcionando com todos os serviços que eram oferecidos pelo postinho, como enfermagem, consulta médica, vacinas, preventivo do colo uterino (PCCU), entre outros. “O serviço de curativo ainda está sendo ajustado. Já a parte de odontologia só voltará a funcionar quando a UBS voltar a sua sede original”, explica a gerente da UBS, Pamela Sousa Galvão.

Gerente da UBS Pamela Sousa Galvão

Segundo Pamela, o funcionamento no novo local segue normal, com a mesma distribuição de senhas. São consultórios médicos, sendo um de PCCU, salas de enfermagem, vacina e triagem, gerência e farmácia, que atendem em torno de 400 pacientes por semana, com serviço psicológico, pré natal, teste de pezinho, consulta de hipertensão, diabetes, clínico geral, tuberculose, planejamento familiar e programa antitabagismo.

A dona de casa Maria Amélia, 56 anos, foi consultar com o clínico geral nesta segunda (03). “Atende bem, o espaço está grande, está sendo muito satisfatório”, declarou.

 Maria Amélia, 56 anos

A Maria da Conceição, 55 anos, moradora do bairro Liberdade, frequenta a UBS por causa do programa antitabagismo. “Está tudo funcionando tranquilo mesmo com a mudança de local. Estou satisfeita”, comenta.

Maria da Conceição, 55 anos

 

A obra

Além da troca de piso, a obra na UBS contemplará a criação de um auditório para as ações de conscientização, sala de arquivos e melhora da parte do consultório odontológico e farmácia. Também serão trocadas as partes hidráulica e elétrica, portas novas, janelas substituídas por esquadrilhas de vidro temperado e feita a pintura geral. A previsão de entrega é para maio deste ano.

O engenheiro da Secretaria de Viação e Obras Públicas (Sevop), Alex Amoury, ressalta que toda obra obedece aos padrões de acessibilidade. “Rampas de acesso, altura dos balcões, iluminação das lâmpadas de emergência, piso. Tudo é pensado da forma que preencha todos os requisitos de acessibilidade para qualquer tipo de deficiência. Essa é uma preocupação que a gestão tem em todas as obras”, sublinha.

A UBS Jaime Pinto não passa por uma reforma há mais de 10 anos. “É uma necessidade que temos. Possuímos uma demanda alta de pacientes idosos e esse investimento visa melhorar a segurança dos pacientes e funcionários e aumentar o fluxo da demanda. Irá trazer melhora para todos nós que trabalhamos aqui e para comunidade”, destaca a enfermeira, Tatiane Florindo.

Texto: Osvaldo Henriques
Fotos: Paulo Sérgio dos Santos 

Acessibilidade