Saúde: UBS Jaime Pinto passará por reforma e funcionará em outro endereço

Devido a reforma, nessa quinta e sexta-feira (16 e 17) a UBS não terá nenhum atendimento, funcionando apenas internamente.

A partir de segunda-feira (20) a Unidade Básica de Saúde (UBS) Jaime Pinto funcionará na Rua Dr. Geni, entre a Rua Simplício Costa e a Avenida Brasília, na sede do antigo Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST). Isso porque o posto passará por uma reforma e ampliação que visam melhorar o atendimento da população. Nessa quinta e sexta-feira (16 e 17) a UBS não terá nenhum atendimento, funcionando apenas internamente.

A gerente interina da UBS Jaime Pinto, Tatiane Florindo, explica também que o serviço de odontologia não funcionará enquanto a UBS estiver no espaço provisório. “O funcionamento das outras áreas será normal. Teremos o mesmo número de senhas, e os mesmos serviços de enfermagem, vacina, clínico, entre outros. A exceção é apenas para odontologia por que demanda um espaço mais adequado e especifico que não será levado para o espaço provisório”, explica.

A obra contemplará a ampliação do auditório, criação de sala de arquivos e também irá melhorar a parte do consultório odontológico e farmácia. Além disso toda parte hidráulica será nova, a parte elétrica será toda trocada, será colocado piso novo de granitina em toda UBS, as janelas serão trocadas por esquadrilhas de vidros temperados, todas as portas serão trocadas por portas novas, além de uma pintura geral.

O engenheiro da Secretaria de Viação e Obras Públicas (Sevop), Alex Amoury, ressalta que toda obra obedecerá aos padrões de acessibilidade. “Rampas de acesso, altura dos balcões, iluminação das lâmpadas de emergência, piso. Tudo é pensado da forma que preencha todos os requisitos de acessibilidade para qualquer tipo de deficiência. Essa é uma preocupação que a gestão vem tendo em todas as obras”, sublinha Alex.

A UBS Jaime Pinto não passa por uma reforma a mais de 10 anos. “É uma necessidade que temos. Possuímos uma demanda alta de pacientes idosos e todas essas melhorias visam melhorar a segurança dos pacientes e funcionários e aumentar fluxo da demanda. Irá trazer melhora para todos nos que trabalhamos aqui e para comunidade”, destaca Tatiane Florindo.

Texto: Osvaldo Henriques
Fotos: Farias Júnior

Acessibilidade