Saúde: UBS João Batista Bezerra realiza 1700 consultas mensais

(21 de janeiro de 2021)

Regulação é um diferencial da UBS. “A gente regula em torno de 600 a 700 exames e consultas, por mês”, conta a reguladora, Clarice Gonçalves

Os moradores do Bairro Santa Rosa e adjacentes são atendidos pela Unidade Básica de Saúde João Batista Bezerra, localizada na Avenida Silvino Santis. Além das mais de 1.700 consultas médicas ao mês, a UBS oferece atendimentos de enfermagem, vacinação, curativos, os Programas Saúde da Mulher, inclusive com atendimento de pré-natal; Saúde da Criança, com teste do pezinho; Saúde do idoso e acompanhamento de pacientes com doenças crônicas, a exemplo, Diabetes, Tuberculose e Hanseníase.

Raiane Moura, 25 anos, procurou a UBS para atualizar a cardeneta de vacinação do filho Ícaro Davi, de 2 meses. Ele é o segundo filho da dona de casa que frequenta o postinho sempre que precisa.

“Eu acho ótimo atendimento aqui, acho bom. Terminei meu pré-natal aqui, sempre consulto. Tem muito tempo que frequento, desde a minha infância. Fiz meus dois pré-natais na unidade. Recebo medicamento quando é pedido. E hoje vim consultar ele [atendimento de enfermagem], ver a vacina”, comenta.

Raiane Moura

Raiane faz parte das centenas de moradores dos bairros que utilizam a UBS para ter acesso ao serviço de saúde na rede, que tem contribuído para o funcionamento de programas importantes da Atenção Primária. Para se ter ideia da demanda do centro de saúde, em 2020 foram realizadas 7.709 consultas médicas, 1.382 atendimentos de pré-natal, além de 69.301 dispensação de medicamentos, dentre outros.

Vale ressaltar que a UBS JBB conta com duas equipes do Programa Saúde da Família (PSF) que trabalha em atendimento domiciliar, com a presença de Agentes Comunitário de Saúde (ACS), enfermeira, médicos e odontólogo.

Debora Lima, técnica em enfermagem da UBS, trabalha na rede há mais de 20 anos. Ela explica que no centro de saúde, a organização de atendimento é focado para atender a demanda espontânea, já que boa parte da comunidade é coberta pelos profissionais do PSF.

“A gente trabalha com agendamento somente para hipertenso, pré-natal, para diabético e puerpério. Entregamos ficha todos os dias, a partir das 7h da manhã para demanda espontânea. São 16 atendimentos para o médico do dia, fora as emergências de encaixe”, esclarece a técnica em enfermagem.

Débora Lima, técnica de enfermagem

A UBS Joao Batista é uma das unidades de saúde em Marabá que possui em seu quadro 04 médicos, sendo 02 assistencialistas e 02 para a Saúde da Família. Mas atualmente, 02 clínicos estão afastados por conta da pandemia. O odontólogo também está atendendo somente casos de emergência. Já a enfermeira e as cinco técnicas em enfermagem garantem os programas básicos. São serviços como Planejamento Familiar, teste do Pezinho, Aferição de pressão, coleta de PCCU, retirada de pontos, verificação de peso, etc.

O funcionamento da regulação é outro diferencial da UBS, pois os encaminhamentos são regulados no instante da apresentação dos documentos. Três servidoras trabalham no setor.

“A gente regula em torno de 600 a 700 exames e consultas, por mês. Depende muito do fluxo da unidade. Quando libera a gente já entra em contato com o paciente. Dependendo do quadro do paciente, se for um caso mais grave, a gente entra em contato com a central e ela logo libera o atendimento” explica Clarice Gonçalves, uma das reguladoras.

Clarice Gonçalves, reguladora

Texto: Leydiane Silva
Fotos: Aline Nascimento