Seagri: Curso para produtores de hortaliças é ministrado em parceria com a Embrapa

A Embrapa Amazônia Oriental em parceria com a Secretaria Municipal de Agricultura (Seagri) promove uma série de cursos voltados à produção de hortaliças em Marabá, no período de 30 de julho a 02 de agosto, com objetivo de socializar conhecimentos e tecnologias sustentáveis, para recuperação de sistemas de produção hortícolas de impactos sociais e ambientais. Nesta terça (30), o treinamento, que é ministrado pelo professor da Universidade Federal Rural da Amazônia Sérgio Gusmão, acontece no Departamento de Posturas da Prefeitura de Marabá, exclusivamente para olericultores do bairro Laranjeiras e proximidades.

Segundo Mazillene Borges, analista da Embrapa, no decorrer dos próximos dias, o curso acontece em pontos diferentes e com temática modificada, de acordo com as condições de cada setor. Assim, nesta terça o treinamento é destinado a um grupo já consolidado, que trabalha há bastante tempo na produção de hortaliças; na quarta, 31, a equipe desloca-se para a Vila Murumuru, para orientar horticultores de menor porte, que utilizam poucas tecnologias; depois segue para o Assentamento 26 de Março e em seguida para o Assentamento Três Ilhas.

No primeiro momento, o curso tem foco o manejo do solo: interpretação de análise de solo, matéria orgânica no solo, fertilidade e adubação, PH e toxidez; e, orientações básicas de cultivo em hidroponia, compreendendo variações desse sistema de cultivo. No PA 26 de Março a programação será mais simples, para iniciantes: produção de mudas de hortaliças e de compostos orgânicos; montagem de canteiros; preparo de caldas bordolesa e sulfocalciada; tratos culturais e informação sobre o cultivo de hortaliças de potencial comercial.

O projeto denominado Tecnologias Sustentáveis para o Fortalecimento da Olericultura na Amazônia (Hortamazon) é financiado pelo Fundo Amazônia, por meio do BNDES. No sudeste paraense, busca a construção coletiva de conhecimento e a transferência de tecnologias sustentáveis para a recuperação de sistemas hortícolas.

Texto: João Batista

Fotos: Paulo Sérgio dos Santos

ACESSIBILIDADE
X