Seagri: Região do Contestado recebe ações para aumento da produção agrícola

Localizada a mais de 260 quilômetros da sede municipal de Marabá, no limite com Parauapebas, a Região do Contestado, esquecida pelas administrações passadas,  receberá força-tarefa da Prefeitura de Marabá, por meio de várias secretarias, como de Saúde, Agricultura (SEAGRI) e Educação, que vai ampliar a oferta de serviços àquela comunidade, que é composta por mais de 30 Projetos de Assentamentos, onde moram e trabalham mais de 25 mil famílias.

De acordo com o diretor administrativo da SEAGRI, Marcos Paulo Eleres, há muito tempo os produtores daquela região não eram atendidos nas suas reivindicações. Por isso, o prefeito Tião Miranda pediu mais atenção para aquela comunidade. Então, no último fim de semana (sábado e domingo), foram iniciadas as melhorias com a oferta de um bebedouro para a escola no PA Brasil Novo e levantamento de algumas demandas, como horta, mecanização agricultura e pastejo rotacionado.

Também está em oferta para a Região do Contestado o projeto de avicultura da SEAGRI, cujos interessados deverão submeter-se a treinamento; além de análise de solo, que deverá reiniciar este mês, no laboratório da própria Secretaria de Agricultura.

Ainda segundo Eleres, essas ações fazem parte do conjunto de medidas anunciadas no Termo de Cooperação Técnica Nº 005/2019, firmado entre as prefeituras de Marabá e Parauapebas, no sentido de desenvolver a região, a partir da conjugação de esforços para promover atividades nas áreas de educação (ensino fundamental), saúde, agricultura e pecuária e meio ambiente, dentre outras.

Texto: João Batista
Fotos: Divulgação

Acessibilidade