SEASPAC: Ação em postos de combustíveis conscientiza para o combate à exploração sexual infantil

A campanha de combate à exploração sexual contra criança e adolescente realizou mais uma ação nesta terça-feira (14). O objetivo é levar a mensagem da campanha até aos caminhoneiros nos postos de combustíveis. Uma equipe composta de enfermeiros, técnicos de enfermagem, universitários e assistentes sociais, além de servidores da Secretaria de Assistência Social, Proteção e Assuntos Comunitários (Seaspac), realizou atendimentos aos motoristas.

A ação fez parte da campanha Maio Laranja, de combate a exploração sexual infanto juvenil e combate ao trabalho infantil, realizada em todo país e desenvolve estratégias no âmbito municipal com objetivo de reduzir estatísticas sobre a violência contra crianças e adolescentes, seja ela de qualquer natureza.

Os caminhoneiros, alvo desta ação, participaram de rodas de conversas com especialistas da Seaspac, na área da saúde, medição da taxa de glicose, verificação da pressão e distribuição de panfletos. “Essas ações ações são muito importantes principalmente para nós caminhoneiros que quase não temos tempo de ver como está nossa saúde e também pela campanha que é para proteger as crianças”, disse Éder Lopes, caminhoneiro.

A campanha é desenvolvida em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal, que dá todo suporte às atividades. De acordo com o agente Lucas Souza, os índices de casos com adolescentes nos postos caíram consideravelmente. Ele lembra que os motoristas estão bem conscientes após a realização das campanhas.

“Antigamente nós tínhamos muito problemas em relação à exploração sexual infantil, hoje é muito raro, eles (os caminhoneiros), estão bem mais conscientes, hoje em dia com a intensificação das campanha conseguimos reduzir muito, hoje quando fazemos as rondas nos postos praticamente não vemos mais crianças nos postos”, afirmou Lucas Souza (PRF).

Segundo Nadjalúcia Oliveira, secretária de Assistência Social, além da PRF, a campanha conta parceiros importantes como a Unifesspa, Secretaria Municipal de Saúde e Faculdade Carajás. O envolvimento de todos é de extrema importância para o êxito da campanha.

“Como todos os anos nós fazemos a sensibilização da comunidade em geral para esse triste fenômeno que é a violência contra criança e adolescente e os envolvidos na campanha. Escolhemos esse ponto para trabalhar a sensibilização dos motoristas, convidamos eles para aderir à campanha e estamos conseguindo diminuir os dados estatísticos”, afirmou Nadjalúcia Oliveira.

A campanha prossegue com uma vasta programação com palestras em escolas da zona urbana e rural, no CRAS Amapá e uma ação na Praça da Juventude, no Bairro Km-07, no dia 17 de maio, das 16h às 18 horas.

Programação:

16/05

Manhã e Tarde – Palestra Escola Dr. José Cursino de Azevedo
Manhã e Tarde – Palestra no CRAS Amapá

17/05

16h às 18h- Ação “Na Praça por Araceli”
Local: Praça da Juventude, Km-07

 

Texto: Victor Haôr
Fotos: Paulo Sérgio

ACESSIBILIDADE