Seaspac: Acessuas Trabalho promove oficinas na cidade e no campo

As primeiras oficinas do ano 2020, em parceria com a Secretaria de Assistência Social, Proteção e Assuntos Comunitários (Seaspac), Acessuas – Programa Nacional de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho – e Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial), iniciaram este mês, pelo CRAS de Morada Nova. A equipe do Acessuas esteve também nas vilas União e Santa Fé, onde foram atendidos 100 usuários e no CIAM – Centro de Internação do Adolescente Masculino.

O Acessuas trabalha com oficinas temáticas que ajudam a desenvolver o cognitivo dos jovens e adultos, as quais são complementadas por programas de estágios, Jovem Aprendiz e encaminhamentos para vagas de emprego. Embora o público alvo esteja na faixa etária dos 14 aos 59 anos, em Marabá, as oficinas do Acessuas têm 80% da participação de jovens e adolescentes dos 14 aos 24 anos.

Segundo Kelly Cortez, coordenadora do Acessuas em Marabá, a expansão dessas atividades para a zona rural é um experimento, mas ela ressalta a dificuldade no desenvolvimento do potencial dos jovens do campo nesse formato, diante da falta de um grupo significativo de empresas para acolher essa mão de obra. Nas vilas citadas, a esperança vem da Mineradora Buritirama, que foi contatada, mas ainda não deu resposta.

No que tange ao CIAM, trata-se de parceria com o Ministério Público do Pará, que ajudou no desenvolvimento das oficinas em curso, que acontecem uma vez por semana, cujo término está previsto para esta primeira quinzena de março.

Até o presente momento, o Acessuas tem 321 usuários, com 119 deles encaminhados para cursos, estágios e programa Jovem Aprendiz. Muitos deles também são encaminhados pelo Acessuas à Estação Cidadania para que tirem documentos pessoais, uma parceria com Eva Abreu, coordenadora da Estação Cidadania.

E ainda, fruto da parceria com o CIEE – Centro de Integração Empresa-Escola – muitos jovens participam de estágio ou estão inclusos no programa Jovem Aprendiz, enquanto outros foram encaminhados ao mercado de trabalho, sendo que um deles, encaminhado pelo próprio Acessuas, faz estágio na Sinobrás – Siderúrgica Norte Brasil S.A.

Texto: João Batista 
Fotos: Divulgação

Acessibilidade