Seaspac: CRAS Amapá oferece grade variada de serviços para a comunidade

Os centros de Referência da Assistência Social – CRAS – são a porta de entrada da Assistência Social, porque são neles que as ações da Assistência Social iniciam, a partir do Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e o acesso aos serviços, benefícios e projetos de assistência social, para as classes menos favorecidas.

Segundo a psicóloga do CRAS Amapá, Ana Carla Cavalcante Corrêia, além do Cadúnico, essencial para programas como o Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Energia Social e BPC, são ofertados outros benefícios como PAIF (Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família), que visam prevenir as situações de risco social e/ou pessoal e fortalecer os vínculos afetivos familiares e comunitários.

Também é oferecido o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para os grupos de convivência, que têm como base os ciclos de vida, para os quais são disponibilizadas atividades artísticas, culturais, de lazer e convivência, esportivas, dentre outras.

No CRAS Amapá, os grupos são Crianças, Adolescentes, Mulheres, Grávidas e Idosos. Para as crianças são destinadas atividades socioeducativas, recreativas, de lazer, esportivas, musicalização, canto coral e dança.

Enquanto o grupo de adolescentes, ambos os sexos, participam de atividades socioeducativas, de lazer, palestras voltadas para conscientização da escolaridade e profissionalização, participam também de parceria com vista ao encaminhamento para o mercado de trabalho por meio da Seaspac (Secretaria de Assistência Social, Proteção e Assuntos Comunitários); além de palestras para prevenção dos riscos sociais.

Em média, os grupos do CRAS Amapá são compostos de 35 usuários, com maior quantitativo de idosos, cerca de 50 pessoas, que são beneficiadas com atividades de lazer, cultura, esportiva, passeios, dança, canto coral e palestras com temáticas voltadas à faixa etária. Alguns grupos têm atividade de manhã e à tarde.

O Grupo Mulheres tem oficinas para geração de renda, lazer, cultura, dança e palestras com temáticas de acordo com a necessidade das demandas do grupo.

Ainda segundo com Ana Carla, os quatro CRAS de Marabá (Amapá, Morada Nova, Folha 13 e Bela Vista) tem algumas diferenças em relação à oferta de serviços, porém trabalham praticamente com os mesmos grupos e mesmos serviços básicos, incluindo os encaminhamentos a órgãos prestadores de serviços como Saúde, INSS, Justiça e CREAS – Centro Especializado em Assistência Social –, que presta apoio às pessoas cujos direitos foram violados. Famílias ou indivíduos que carecem de apoio e orientação especializados em vista de violência física, psíquica, sexual, negligência, dentre outras circunstâncias.

Texto e Fotos: João Batista Ferreira

ACESSIBILIDADE
X