Seaspac: Oficina de ovos e bombons de chocolate garante geração de renda às mulheres

A quarta-feira foi de aprendizado para 26 mulheres de vários bairros da cidade. Elas participaram de uma oficina de bombons de chocolate realizada no Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher, no Novo Horizonte. A atividade foi promovida pela Secretaria de Assistência Social, Proteção e Assuntos Comunitários (Seaspac), através do Departamento de Geração de Emprego e Renda e Coordenadoria de Políticas Públicas para Mulheres.

Durante a oficina, que teve duração de 4 horas, as mulheres aprenderam a confeccionar, além dos bombons de chocolate, ovos de páscoa e pirulitos. Quem participou recebeu certificado ao final do curso. Para Júlia Rosa, presidente do Condim e da Coordenadoria de Políticas Públicas para Mulheres, a oficina possibilita às participantes uma oportunidade de trabalho.

“Houve um envolvimento de todos os parceiros, uma iniciativa no sentido de se trabalhar a intersetorialidade entre a rede de assistência, as pessoas que são atendidas nos CRAS e as que fazem parte do trabalho do idoso. Precisamos trabalhar o empoderamento das mulheres que passa pela autonomia econômica desta mulher poder contribuir em seu orçamento, pois se abre uma oportunidade de trabalho e de geração de renda”, disse.

 

 

 

 

 

 

Para Derace Muriel Frota Varão, Diretora do Departamento de Geração de Emprego e Renda da Seaspac, as oficinas estão sendo realizadas nos CRAS, Diretoria da mulher e outros locais para aproximar as mulheres e abrir mais uma possibilidade de geração de renda para elas. “Todos os dias saímos e levamos para algum lugar esse curso nas instituições e buscar cada vez mais novas para ser atendidas e fazer nossos cursos”, esclareceu.

Dona Izaura Ribeiro, de 83 anos, foi umas das participantes, ela disse que sempre é bom aprender e depois fazer em casa para vender os produtos e ter mais uma fonte de renda. “O curso foi muito bom, muito especial, e isto é importante para nós mulheres, e eu quero agradecer a todos que pensaram nesse curso porque as mulheres aprendem e podem fazer em casa, muitas daqui vão trabalhar em fazer bombons agora”, disse. 

 

Todas participantes receberam certificado

Dona Izaura Ribeiro

 

 

Texto: Victor Haôr

Fotos: Paulo Sérgio dos Santos

ACESSIBILIDADE
X