Seaspac: Programação de Natal do Cipiar começou com apresentações musicais e teatrais

A equipe do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Amapá realizou uma visita, nessa quarta-feira (27), ao Centro Integrado da Pessoa Idosa Antonio Rodrigues (Cipiar). O encontro, que contou a apresentação do Coral da Terceira Idade e do Coral Infantil do Cras, além da participação do grupo de música Kadosh, faz parte das programações de Natal.

As apresentações fizeram a alegria de Sebastião Figueiredo Meireles, 67 anos. “Apresentação linda, importante o Cras do Amapá vir nos brindar com os hinos natalinos. Nós sentimos honrados com as presença deles. Um clima muito alegre, festivo, amável. Somos muito carentes com doenças e isso da uma injeção de animo para nossa vida, mais uns 2 ou 3 dias que a gente ganha de vida”, brincou.

A apresentação foi composta por uma peça que ocorreu simultaneamente às apresentações musicais. A coordenadora do Cipiar, Maria Onete Feliz, reforça que o espetáculo teatral apresentado foi importante, sobretudo, por fazer a interação entre jovens e idosos. “Fizeram a peça com nascimento de Jesus e precisamos cada vez mais inserir os idosos nessas danças, programas e peças. E o Cras Amapá fez essa interação toda nessa apresentação. Resgate de valores entre idosos, juventude e crianças”, completou.

A pedagoga do Cipiar, Jamirna Zoraida, destacou que a musicoterapia é boa para o desenvolvimento cognitivo. “Enquanto pedagoga busco trabalhar com eles a parte do cognitivo, a parte mental,  jogos de memória, tudo que tenham centro de interesse pra eles. E esse encontro ajuda a desenvolver tudo isso, falam com pessoas, afloram os sentimentos, tira a ociosidade. É muito produtivo”, enfatiza Jamirna. 

Onete Feliz explica que as programações natalinas do Cipiar continuarão ocorrendo e a população pode participar. “No dia 18 preparamos uma confraternização do natal deles, convidamos esse coral novamente e convocamos a sociedade de modo geral a ver o desejo do idoso, visitar dar atenção e fazer doações”, contou. 

O idoso Manoel Conceição, 65 anos, já sabe o que quer ganhar. “Um celularzinho simples me faria muito feliz comenta”. Ele agradeceu as apresentações e reforçou a alegria com a época de fim de ano. “Essa época representa coisas boas, nascimento de cristo, se confraternizar e ter mais amor ao próximo”, completa. 

Ao todo a apresentação contou com cerca de 25 crianças e 50 idosos do Cras. A instrutora de música do Cras Amapá, Karina Cardoso, reforça que a ação beneficia os dois lados. “Eles adoram essa questão sociável. As crianças ficam muito animadas, os idosos também. Eles podem demonstrar um pouco do trabalho do que é feito no Cras e é sempre muito emocionante e gratificante”, conclui.

Texto: Osvaldo Henriques
Fotos: Divulgação 

Acessibilidade