Secult: Biblioteca inicia Clube do Livro online nesse sábado (27)

(22 de fevereiro de 2021)

“Ler é viajar sem sair do lugar” a famosa frase é atribuída a diferentes autores e em tempos de quarentena adquire um novo significado. Ler também é uma forma de adquirir conhecimento, estimular a memória e o vocabulário, diminuir a solidão, entre outros benefícios. Por isso, a Biblioteca Municipal Orlando Lima Lobo lhe convida para participar do Conversa de Botões – Clube do Livro da Biblioteca, que começará a ocorrer on-line a partir deste sábado (27), às 18h.

O primeiro livro abordado será “A Escrava” de Maria Firmina dos Reis. Você pode acompanhar o debate do livro pelo Facebook da Secretaria de Cultura de Marabá (Secult). O debate será mediado pela especialista em Políticas de Igualdade Racial na Escola pela Universidade Federal do Pará Aline Pinheiro e contará com a participação da professora e pesquisadora Larissa Sousa, que estuda sobre a autora da obra no mestrado.

O público poderá participar do debate on-line fazendo comentários e perguntas sobre a obra. “É o pontapé inicial de um projeto que eu espero que dure muitos e muitos anos. Um projeto bonito por que mensalmente vamos falar de literatura e do seu papel social”, comenta Aline Pinheiro.

Maria Firmino dos Reis é uma escritora brasileira, maranhense e negra. Nascida em 1822, ano da independência, ela viveu até os 95 anos, falecendo no Maranhão e passou sua vida em um contexto de escravidão. O conto foi publicado em 1887 um ano antes da abolição da escravidão no país. .

“É necessário e urgente que aproveitemos os espaços virtuais para discutir uma temática super atual. Pensando nesse contexto podemos elencar e fazer várias conexões do texto com o que temos visto atualmente acerca dessas questões. Queremos provocar esses leitores para que eles debatem e questionem a obra, fazendo suas reflexões Me sinto honrada em poder fazer parte dessa conversa dos Botões do Clube do Livro da Biblioteca”, completa.

Outras programações do mês

Nessa segunda-feira (22), às 20h, também tem programação. A série de live Intersecções – Diálogos sobre Arte e Literatura encerra seu ciclo de fevereiro com a participação da escritora Luciana Brandão Carreira. Os debates são sempre mediados pelo escritor, Marcílio Caldas Costa.  Você também pode acompanhar a última live com a escritora Francisca Cerqueira.

Além disso, na quinta-feira (25), também às 20h, teremos o encerramento da programação Fé, Ciência e Livros” iniciada em janeiro, dessa vez será abordada a ótica da religião Evangélica com a pastora Leticia Pantoja. A programação contou com representantes de diferentes religiões falando sobre como conciliar fé e ciência.

Encerrando a programação do mês, no dia 27, será postado o vídeo de Costura Criativa, ensinando a confeccionar uma necessaire com a artesã da A Casa Maria, Rosana Araújo. E no último dia do mês, às 17h Simone Cardoso e Amanda Costa e Silva realizarão a contação de histórias. Lembrando que toda programação deve ser acompanhada no Facebook da Secult.

Aconteceu em Fevereiro

O mês foi marcado pela programação de carnaval. Com o cancelamento da festa devido à pandemia. A Biblioteca relembrou momentos marcantes dos blocos de carnaval mais tradicionais da cidade. Você pode acompanhar histórias dos blocos Jegue EletricoCarro de Mão e Gaiola das Loucas, contadas por quem viveu de perto essas histórias.

Um outro fato marcante do mês foi a live “Idoso, idosa: cuidados que vão além do afeto”, que contou com boa receptividade do público e com a participação da professora e doutora da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Ana Cristina Viana Campos, coordenadora e fundadora do 1º Observatório de Saúde do Sudeste do Estado. A live abordou cuidados e dificuldades no cuidado com idoso.

Durante o mês de fevereiro a Biblioteca Orlando Lima Lobo está aberta ao público, das 8h às 14h, realizando a doação de apostilas para estudantes interessados em aperfeiçoar seus conhecimentos. Todas as apostilas foram doadas por usuários da biblioteca e estarão disponíveis para quem se interessar.

Durante esse horário, a Biblioteca também atende usuários que desejem fazer empréstimos de livros, seguindo os protocolos de segurança contra a Covid-19. Todos os livros devolvidos ficam 15 dias em quarentena até voltarem ao acervo. A programação, no entanto, permanece de forma virtual, devido às medidas de isolamento e prevenção.

A Biblioteca recebe doações de livros e revistas em quadrinhos que estejam em bom estado de conservação. Doe e contribua para o acesso democrático ao livro. Não são aceitos livros didáticos escolares.

Texto: Osvaldo Henriques
Foto: Aline Nascimento