Secult: Biblioteca Municipal Orlando Lobo ganha 500 livros de acervo particular

Os livros doados pertenciam ao acervo do professor universitário Geraldo Lopes Daltro da Silveira

O acervo da Biblioteca Municipal Orlando Lobo, acaba de ser ampliado com a doação feita por Osmarina Daltro. Ela é viúva do professor da Universidade Federal do Pará Geraldo Lopes Daltro da Silveira, falecido aos 79 anos de idade, em novembro de 2019. Os cerca de 500 livros, que eram do marido dela, são de literatura em geral e de outras áreas do conhecimento como matemática, disciplina ministrada pelo professor até os 70 anos de idade, no então campus de Marabá.

De acordo com Osmarina, o professor Daltro exerceu a docência durante toda a vida profissional e sempre foi muito preocupado com a educação. O acervo foi organizado durante  a caminhada acadêmica. Por isso, a família não pensou duas vezes antes de doar os livros para a biblioteca da cidade. A Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará também foi contemplada com parte restante do acervo. “Nada mais justo que o acervo fosse parar numa instituição que possa beneficiar e atender o maior número de estudantes possíveis”, destaca.

Osmarina Daltro e o professor Geraldo (Arquivo Pessoal)

Evilângela Lima, coordenadora da Biblioteca disse que se impressionou com a variedade de exemplares. Segundo ela, embora fosse professor de matemática, é possível perceber a paixão do professor pela literatura, bem como o zelo que ele tinha com os livros. “A gente começou a mexer nas caixas e vimos a variedade: literatura estrangeira e brasileira, filosofia, sociologia, livros de grandes pensadores, livros de piada, a gente percebe que ele era um amante da leitura. Os livros estão bem conservados, alguns estão amarelados pelo tempo, há exemplares até com edições já esgotadas. Para gente foi um privilégio”, enfatiza  a coordenadora.

Coordenadora Evilângela Lima com o secretário de Cultura, José Sherer e o escritor Adão Almeida

Agora os livros estão sendo separados e catalogados para exposição nas prateleiras da biblioteca. A previsão é de que em meados da próxima semana o acervo esteja totalmente disponibilizado à população para consulta e empréstimo.

Atualmente, a Biblioteca Municipal possui em torno de 12 mil títulos. Segundo Evilângela, a biblioteca só recebe doação de livros de conhecimento e literatura, em bom estado de conservação. Livros didáticos não são aceitos.

Para se cadastrar na Biblioteca Municipal, localizada em frente a Praça São Félix de Valois, na Marabá Pioneira, basta apresentar um documento com foto, comprovante de residência e uma foto 3 x 4, no horário das 08 às 17 horas.

 

 

 

 

 

 

Texto: Leydiane Silva
Fotos: Paulo Sérgio dos Santos 

Acessibilidade