Secult: Carnaval, cuidado com idoso e doação de apostilas compõem programação da Biblioteca Orlando Lobo

(10 de fevereiro de 2021)

Para ajudar você a matar um pouco da saudade do carnaval, que foi cancelado por conta da pandemia da Covid-19, a Biblioteca Municipal Orlando Lima Lobo contará um pedaço das histórias dos carnavais marabenses. A programação ocorre on-line pela página da Secretaria de Cultura (Secult) no Facebook.

Neste sábado (13), abrindo a programação carnavalesca, Amilton Bezerra Pedrosa, fundador do Bloco “Carro de Mão” que teve início  no Bairro Santa Rosa, em 1987, contará suas histórias. No domingo (14), a programação segue com o tradicional “Gaiola das Loucas” com participação de Neto e Pedro Souza. Na segunda-feira (15), o coordenador do Bloco Jegue Elétrico, Darcival Antônio de Morais, encerra a programação da festa de momo. Sempre às 19 horas.

“Como não temos carnaval esse ano, resolvemos não perder esse clima, relembrando o que tem de melhor na nossa festa. Por isso convidamos os blocos tradicionais para que falem da história deles. Uma forma de relembrarmos o que há de melhor e termos esse gostinho”, explica Evilangela Lima, Coordenadora da Biblioteca.

Lives

A programação de fevereiro, no entanto, iniciou nesta terça-feira (9) com a primeira de outras lives, ministradas pelo escritor marabense, Marcílio Caldas Costa, com o tema Arte e Literatura. O primeiro diálogo se deu com a poeta, Roberta Tavares. No dia 16 será a vez do diálogo com a escritora, Francisca Cerqueira. Encerrando a série de interseções, o último debate será com a escritora, Luciana Brandão Carrera, no dia 22, sempre iniciando às 20h.

O mês ainda conta com mais duas lives especiais. Uma delas será na sexta-feira, dia 19, e abordará os cuidados que devemos ter com os idosos. A live será ministrada pela coordenadora da Biblioteca, Evilangela Lima, e contará com a participação da professora e doutora da Universidade Federa do Sul e Sudeste do Pará, Ana Cristina Viana Campos, coordenadora e fundadora do 1º Observatório de Saúde do Sudeste do Estado.

No dia seguinte (20) teremos a live Conversa de Botões do Clube do Livro da Biblioteca. A publicação que será comentada será “Lugar de Fala”, de Djamila Ribeiro. Você pode ler o livro e participar da live fazendo comentários sobre a obra e dando mais dicas de leituras.

No dia 25 ainda teremos o encerramento da programação Fé, Ciência e Livros ” iniciada em janeiro, dessa vez será a hora de ouvir sobre a religião Evangélica com a pastora Leticia Pantoja. A programação contou com representantes de diferentes religiões falando sobre como conciliar fé e ciência.

Doação de Apostilas

Durante o mês de fevereiro a Biblioteca Orlando Lima Lobo está aberta ao público, das 8h às 14h, realizando a doação de apostilas para estudantes interessados em aperfeiçoar seus conhecimentos. Todas as apostilas foram doadas por usuários da biblioteca e estarão disponíveis para quem se interessar.

Durante esse horário, a Biblioteca também atende usuários que desejem fazer empréstimos de livros, seguindo os protocolos de segurança contra a Covid-19. Todos os livros devolvidos ficam 15 dias em quarentena até voltarem ao acervo. A programação, no entanto, permanece de forma virtual, devido às medidas de isolamento e prevenção.

A Biblioteca recebe doações de livros e revistas em quadrinhos que estejam em bom estado de conservação. Doe e contribua para o acesso democrático ao livro. Não são aceitos livros didáticos escolares.

Contação de história e oficinas

O mês também contempla as tradicionais contações de histórias. Todos os domingos, às 17h, serão postados vídeos de contadores. Neste mês participarão os contadores Silvana Fontes (14), Jorginho Ropha (21), Simone Cardoso e Amanda Costa da Silva (28).

Já as Oficinais Virtuais “Compartilhando Conhecimentos” são postadas sempre nos sábados, às 17h. No dia 20 será a vez da oficina de Origami com o pedagogo e brinquedista, Kaio Coelho e no dia 27 a oficina de Costura Criativa com a artesã da Casa Maria, Rosana Araújo. Nesta aula ela ensinará a confeccionar uma nécessaire.

Texto: Osvaldo Henriques
Foto: Aline Nascimento