Secult: Festejo Junino On-line tem mais de 20 mil visualizações

Está tudo muito diferente em 2020, mas há algo que não muda, o amor de Marabá pelo São João. Para atender a demanda de um público apaixonado por festa junina, mesmo durante o isolamento social, a Secretaria de Cultura de Marabá (Secult) e a Liga Cultural de Marabá realizaram o Festejo Junino On-line, transmitido pelo Facebook da Prefeitura de Marabá, e que contou com o apoio dos grupos Quadrilheiros de Marabá, Flash Junino e Carajás Junino.

A atração foi dividida em duas noites, nos dias 26 e 29 de junho, contando com mais de 20 mil visualizações e mais de 1.200 comentários. Os cantores Clauber Martins e Ruanna Ly animaram a festa, cantando músicas regionais e temáticas. A atração contou também a apresentação de casais juninos, boi-bumbá e entrevistas com dois figurinistas renomados na cidade, Gilson Vasconcelos e Rafael Machado.

“É o maior evento do nosso município. Que envolve o maior número de pessoas, atores artistas, público. Os quadrilheiros começam a fazer investimento desde o início do ano. Eles já estavam na atividade. Por isso fizemos a parceria com a liga, buscamos envolver todos e não deixar esse momento cultural passar em branco na nossa cidade”, destaca Genival Crescêncio, coordenador da Secult.

Concursos Juninos

O Concurso Carajás Junino contou com representantes de várias cidades da região. Foram realizados o concurso Challenger e Performance, que consistia em uma produção individual e uma dança de casal junino, respectivamente. As disputas foram realizadas através de vídeos postados nas páginas do Facebook da Liga Cultural de Marabá e Quadrilheiros Marabá, e do Instagram da Flash Junino e Quadrilheiros Marabácom os campeões sendo escolhidos por voto popular.

O título da categoria Challenger ficou com Naiany de Paula, da Junina Arrastão do Amor, de Marabá, que obteve 27.643 votos. Em uma disputa acirrada com Ray Tenrreiro, da Luar Junino, de Conceição do Araguaia com 25.205 votos. “Foi uma iniciativa muito legal, ter feito o festejo virtual, matar um pouco da saudade do nosso São João, da Arena na Z-30. Fiquei muito agradecida a todo mundo que compartilhou e curtiu os meus vídeos e pela minha Junina que me apoiou bastante. Como quadrilheira posso dizer que foi muito importante para mim e representou todo mundo que dança quadrilha e que está sempre ali se esforçando”, comentou Naiany de Paula.

Na categoria Performance Junina o título ficou com Derlan e Iara, da Explode Coração, de Marabá, campeã do Festejo Junino de 2019. Os vencedores ganharam uma premiação em dinheiro e um troféu, patrocinados pela Prefeitura de Marabá.

Quem assistiu a live também acompanhou um vídeo com uma pequena apresentação das Juninas da cidade. Cada Junina enviou seu vídeo com torno de 1 minuto e foi montado um clipe para que a população matasse a saudade do festejo.“Não é o que queríamos, com a arena lotada, mas deu pra sentir o gosto do São João. Juntamos os artistas, casais e deu para mostrar um pouco do nosso trabalho nessa live”, conta Cláudio Yaguara, presidente da Liga Cultura de Marabá.

Ele reforça a importância de manter esse público ativo durante esse momento único pelo qual passamos. “Nos últimos 3 anos a Junina cresceu muito, se tornou mais profissional e o trabalho já tinha começado quando a quarentena chegou. Mas ainda sonhamos em conseguir fazer algo em novembro, uma apresentação aberta na praça”, reitera.

Durante a live, também foi anunciado o serviço de delivery de comidas típicas dos barraqueiros do Festejo Junino de Marabá como medida de incentivo ao comércio dessas pessoas que não puderam comercializar seus produtos no festividade desse ano.

 O Festejo Junino de Marabá é tombado como Patrimônio de Natureza Imaterial do Estado do Pará, pela Lei nº 5.556 de 21 de setembro de 2011. Para rever as apresentações, basta acessar no Facebook ou no Youtube da Prefeitura de Marabá.

Veja outras fotos: 

Texto: Osvaldo Henriques
Fotos: Jordão Nunes

Acessibilidade