Secult: Semana Brincante da Biblioteca Municipal anima as férias da criançada

Encerra nessa sexta-feira (26) a 1º Semana Brincante da Biblioteca Municipal Orlando Lobo, que conta com a participação de 70 crianças de 4 a 12 anos, de todos nos núcleos da cidade. O projeto promovido pela Prefeitura de Marabá está realizando diversas brincadeiras, oficinas e cantorias desde o dia 22.

A coordenadora da Biblioteca Municipal, Evilângela Lima, explica que a ideia do projeto surgiu da vontade de proporcionar lazer e conhecimento às crianças que não têm condição de viajar nas férias. “É uma semana de atividades para incentivar esse hábito de vir na biblioteca e também para proporcionar momentos de lazer diferentes, interessantes e inteligentes”, frisa.

A inscrição era gratuita e todas as vagas foram preenchidas no primeiro dia. A programação sempre começava em baixo das árvores da Praça São Félix de Valois, com a atividade Pé de Palavra, com contação de histórias e músicas, sempre com um grupo diferente. Na quinta-feira (25), por exemplo, adolescentes do CIAM (Centro de Internação do Adolescente Masculino), se vestiram de mímicos para apresentar o ‘Picoler’, contando histórias por meio de fantoches.

Também foram realizadas diferentes oficinais, como fabricação de pipas e a oficina Gourmet Kids. “Segunda tivemos a revoada de pipas, eles confeccionaram as próprias pipas e depois ficamos empinando na praça, foi muito bom “, conta Evilângela.

A aposentada, Odília Vilanova, que levou dois sobrinhos, de 9 e 7 anos, para a Semana Brincante, apoiou a iniciativa. “Às vezes falam que pipa é só para menino. Trouxe um casal para cá e os dois adoraram participar. Achei legal a iniciativa até para abrir um pouco a mente. O importante é se divertir e aprender”, completa.

O preferido da criança foi mesmo a Oficina sobre culinária. “O que mais gostei foi a atividade gourmet”, enfatiza a jovem Sophia Marinho, 10 anos, ressaltando a oportunidade de socialização propiciada pelo evento. “Achei muito legal participar em conjunto com outras crianças. A gente também está fazendo várias amizades. Pretendo voltar nos próximos anos, mas temos que dar oportunidade para outras crianças”, acrescenta.

Ministrada pela Chef de Cozinha, Juceane Chaves, a oficina ocorreu durante os três últimos dias da semana. O cardápio teve   sanduíches com desenhos de crianças, brigadeiro e macarronada. “Na gastronomia a criança aprende a ter disciplina, responsabilidade, coordenar bem os utensílios. A importância de saber lidar com fogo. Para a criança é bom porque se tornarão adultos que sabem cozinhar”, ressalta Juceane.

Texto: Osvaldo Henriques

Fotos: Divulgação Secult

ACESSIBILIDADE
X