Semed: Calendário letivo inicia na rede municipal com recepção calorosa para pais e alunos

Na Escola Francisco de Souza Ramos as crianças foram acolhidas ao som do ritmo e danças de carimbó

O início das aulas do ano letivo de 2020 foi marcado por um dia chuvoso, na rede municipal de ensino. Hoje, segunda-feira (20), cerca de 200 escolas da zona urbana e rural usaram e abusaram da criatividade para recepcionar quase 55 mil alunos matriculados, da Educação Infantil ao 9º ano do Ensino Fundamental.  A Semed (Secretaria Municipal de Educação) enviou representantes para cada escola, a fim de aproximar-se mais de professores e alunos. A secretária municipal de Educação, Marilza de Oliveira Leite, também recepcionou os discentes no NEI Cora Coralina, no Bairro Cidade Nova, nesse início do calendário letivo.

Conforme o diretor de ensino urbano da Semed, professor Fábio Rogério Rodrigues Gomes, mestre em Educação, todas as escolas foram orientadas a fazerem uma semana de recepção e acolhimento para as crianças. Trata-se do momento de apresentação das escolas. “Estamos recebendo os alunos com músicas, brincadeiras e dinâmicas, além de aulas de canto, sempre garantindo o horário integral de aula. Elas, durante essa semana, têm um caráter mais acolhedor, mais fascinante, para que as crianças se sintam atraídas a permanecerem na escola a partir do primeiro dia de aula”, explica Fábio Rogério.

O diretor de ensino urbano destaca ainda que a expectativa é muito positiva para o início, uma vez que, toda equipe da Secretaria de Educação, por meio do Departamento da Diretoria de Ensino, está distribuída em todas as escolas, para dar as boas-vindas aos professores, alunos e as equipes gestoras. “É a Semed diminuindo distância com a escola. Esse é nosso planejamento e graças a Deus está dando tudo certo”, garante Fábio Rogério, acrescentando que, somente a Escola Acy Barros, localizada na Agrópolis do Incra, que está em reforma, não começará o ano letivo hoje, as demais todas estão planejadas e organizadas para começar o ano letivo nesta segunda em horário integral.

A secretária municipal de Educação, Marilza Leite, foi ao Núcleo de Educação Infantil Cora Coralina, no núcleo Cidade Nova, onde cumprimentou a equipe gestora, os professores e alunos. Ela prevê que o ano letivo de 2020 será de grandes conquistas para a educação de Marabá e reconhece a importância dos educadores para alcançar as metas estabelecidas. “Estamos recebendo muitos professores do novo concurso. Queremos dar uma boa acolhida a eles, mas também sabemos do papel importante dos veteranos, que conhecem bastante a realidade da rede municipal, que podem contribuir no processo”, destaca.

ESCOLAS

A Escola Ida Valmont, que fica no Novo Horizonte, possui em torno de 510 discentes nos dois turnos, do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. A diretora Dorivan de Souza Soares Sá, desejou aos pais e alunos um ano letivo abençoado acima de tudo e de aprendizagem. No primeiro momento a gestão da escola organizou os alunos em sala, depois eles foram levados ao pátio, pelos professores, para uma conversa sobre o funcionamento da escola, uma vez que, há alunos veteranos e novatos. “Tentamos esclarecer a dinâmica da escola. Toda equipe gestora e de professores do colégio está tentando fazer um dia mais fácil para eles”, frisa a diretora.

O Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) anterior da Ida Valmont atingiu a marca de 5.7. “Estamos aguardando o resultado que sai no meio do ano. A escola não espera chegar o resultado do Ideb, a gente já vem nesse patamar de trabalhar os meninos desde o primeiro ano, para quando chegar ao 5º ano, quando é feito essa medição, já temos conhecimento para que eles façam a prova e possam se sair bem. Já estamos aguardando colher os frutos do trabalho que nós já plantamos”, vislumbra Dorivan Sá.

diretora Dorivan Sá

Além da recepção no pátio, os discentes tiveram um momento cívico, com o hino nacional e hasteamento da bandeira, puderam ouvir histórias contadas pela professora Maria do Carmo da sala de leitura.

A professora Solonayde da Nóbrega Soares, do 3º ano, leciona há 15 anos na Ida Valmont, e garante que é gratificante chegar na escola com uma nova estrutura.  “Mesmo antes [na antiga estrutura], a escola já se esforçava bastante para ter um Ideb alto. Isso dá um bom suporte aos alunos, com uma aprendizagem de qualidade. Agora eles chegam à escola com mais tranquilidade, sala climatizada, menos suor, antes era aquela agonia na hora da aula. Agora temos também a quadra, porque eles gostam de participar das aulas na quadra. Nós só temos a agradecer à prefeitura, o trabalho de estrutura realizado na escola. Vamos nos esforçar ao máximo para que o Ideb esteja sempre em crescimento”, sublinha a professora.

professora Solonayde da Nóbrega Soares

O aluno Deiwid Willian Soares Damasceno, de 10 anos, estuda o 5º ano na Ida Valmont. “É ótimo, muito bom estudar numa escola reformada, eu consegui aprender mais com isso, porque o ensino aqui é muito bom. E reformada assim quem não quer? Eu espero que esse ano eu continue muito focado, porque é meu último ano aqui. Ficarei um pouco triste, mas está tudo bem, porque tive o tempo de aprender aqui. Eu quero dizer aos meus colegas como esse é o último ano, que eles estudem mais e aproveitem mais nessa escola maravilhosa e de um bom ensino”, enaltece .

A aluna Emanuelly da Silva Almeida, também de 10 anos, e do 5º ano, afirma que é bem melhor estudar numa escola reformada. A gente tem mais vontade de aprender. Antes estava feia [a estrutura] e agora ficou melhor. Espero que seja maravilhoso esse ano de 2020 que nós possamos aprender mais e mais, que não paremos de estudar e consigamos manter a escola assim”, pontua.

aluno Deiwid Willian Soares Damasceno
aluna Emanuelly da Silva Almeida

 

 

 

 

 

 

Nos Núcleos de Educação Infantil Maria da Consolação de Souza, que fica no Bairro Santa Rosa, e no NEI professor José de Souza Andrade Filho, localizado no Bairro Nossa Senhora Aparecida, a gestão preparou recepção para alunos e pais. No NEI Maria da Consolação, a diretora Maria Dinalva Pereira, disse que as professoras realizaram dinâmica na sala de aula, além de um café da manhã para os pais, e que na terça-feira (21) haverá pula-pula para as crianças. Já no NEI José de Souza houve distribuição de lembranças aos pais e muitas brincadeiras para a chegada dos alunos.

A professora Renalúcia Nascimento, leciona no Jardim I, no NEI Maria da Consolação. Ela está há 7 anos na Educação Infantil. “Comparando a nossa estrutura com a da escola antiga, houve uma grande mudança, as salas são bem mais amplas, na outra estrutura nossas salas eram bem menores, não tinham espaços para as crianças brincarem. Agora temos brinquedos, acredito que melhorou muito, porque as crianças precisam desse espaço para se desenvolverem melhor”, ressalta.

Outra professora do Jardim I, Ivanda de Souza, do Nei José de Souza, está há 9 anos na instituição de ensino. “A mudança é radical agora no prédio novo, porque quando estávamos na escola conhecida como Curral, a estrutura era muito precária, o teto era de zinco, as salas muito pequenas e superlotadas de crianças e ainda sim as crianças ainda aprendiam, imagina agora num espaço climatizado onde tem brinquedos, a aprendizagem tende a melhorar muito”, diz.

professora Ivanda de Souza
professora Renalúcia Nascimento

 

 

 

 

 

 

Texto: Emilly Coelho
Fotos: Sérgio Silva / Magno Barros 

Veja as fotos

 

Acessibilidade