SEMED: CONCURSO DE REDAÇÃO E DESENHO ABORDA PRESERVAÇÃO DOS RIOS TOCANTINS E ITACAIÚNAS

 

 

Está agendada para o próximo dia 12 de dezembro a culminância do II Conrede (Concurso de Redação e Desenho a Mão Livre) promovido pela Semed (Secretaria Municipal de Educação), por meio da Diretoria de Ensino Urbano e do Campo. Trata-se de um projeto que envolve alunos e professores da Educação Infantil ao 9º ano do Ensino Fundamental, como também o público da EJA (Educação de Jovens e Adultos), tanto da zona urbana como do campo, da rede pública de Marabá.

Para cada modalidade de ensino a competir no II Conrede há um gênero textual a ser seguido com o tema “Os rios de todos nós: como cuidar? ” e slogan:   “Alunos protagonistas agindo em prol da natureza!”. Na Educação Infantil, Jardim I e II até o 3º ano, tanto os alunos do campo, como da cidade concorrem na categoria Desenho a Mão Livre. Os alunos do 4º e 5º ano concorrem na categoria Poema. Já os alunos do 6º e 7º ano concorrem na categoria Conto (sendo eles diversos, assombração, aventura, de fadas etc.), e para os estudantes de 8º e 9º anos, o gênero a ser seguido é Artigo de Opinião.

De acordo com o diretor de Ensino Urbano, mestre em Educação, Fábio Rogério Rodrigues Gomes, o objetivo do II Conrede é estimular a produção escrita de textos verbais (que são os poemas, contos e artigos de opinião) e não verbais (desenhos). É um concurso que visa a participação de alunos e professores, onde haverá premiações para os 1º, 2º e 3º lugares, tanto para alunos vencedores como professores.

“A iniciativa da prefeitura é tentar motivar e potencializar o trabalho que os professores já desenvolvem valorizando-o por meio do concurso, onde os alunos estarão desenvolvendo seus textos. Pretendemos também colocar as produções vencedoras em um livro”, almeja o diretor de Ensino Urbano. As inscrições foram encerradas e o concurso encontra-se atualmente na fase de avaliação de textos, por meio de uma banca montada.

Dia 12 de dezembro será a entrega dos prêmios onde estrão presentes responsáveis do aluno, professor, e gestor escolar.  De acordo com Kênia Cristina Santos Monteiro, professora formadora de Língua Portuguesa do segmento de 6° ao 9° ano, e uma das responsáveis pelo II Conrede, no total, são 16 trabalhos concorrendo pela Educação Infantil, 35 desenhos de 1º ao 3º ano, 38 trabalhos na categoria poema, 29 na categoria conto, 23 trabalhos de Artigo de Opinião, 4 trabalhos concorrendo ao poema na categoria 1ª e 2ª etapa da EJA e ainda oito trabalhos concorrendo na Artigo de Opinião -EJA personalizado. Pelo Campo, quatro escolas participam do II Conrede.

FEEDBACK

A professora de geografia Thays Batista Portela, da Escola Municipal “O Pequeno Príncipe” considerou grandioso participar do II Conrede na fase de trabalhar com os alunos em sala de aula sobre a região que residimos. “Pude aproximar mais os alunos dos conteúdos locais, a fim de saberem detalhes da bacia hidrográfica do Tocantins e a importância de conservá-la. Os alunos participaram e contribuíram por meio de debates”, disse ela, acrescentando que a expectativa em relação aos educandos é muito grande, “porque além do conhecimento e participação o Conrede promoveu interação”.

Aluno do 9º ano da mesma escola, Lincoln Moreno Carvalho Sanches, explicou que as professoras de Língua Portuguesa e Geografia trabalharam em parceria em prol do II Conrede. “Uma nos ensinou as características do gênero Artigo de Opinião, e a outra falou sobre o assunto dos rios. A turma viu ainda documentários e textos escritos sobre o tema”, contou Lincoln que classificou como mérito importante participar do concurso. “Eu adquiri conhecimento sobre a situação dos rios que cortam Marabá. Acredito que tenho potencial para ficar em alguma colocação, pois considerei minha redação ótima, e procurei seguir as características do gênero de opinião, bem como regulamento do edital”, finalizou ele.

PREMIAÇÕES

As premiações vão desde playstation, notebook, bicicleta, celular (smartphone), datashow a quites escolares.

 

Accessibility