Semed: Escolas Municipais se preparam para o desfile 7 de setembro em Marabá

O tradicional desfile em comemoração ao 7 de setembro, dia que é lembrada a Independência do Brasil, acontecerá em duas datas distintas, em Marabá. Acontecerá nos dias 05 e 07 de setembro. Ao todo 36 escolas serão representadas por 5.400 alunos, além da presença de militares, instituições e ongs.

No dia 05, doze escolas de Morada Nova e São Félix sairão em marcha na avenida, lá mesmo no distrito de Morada Nova. Segundo a Secretaria Municipal de Educação (Semed), cerca de 2.600 alunos vão desfilar em respeito à pátria. Já os núcleos Cidade Nova, Marabá Pioneira e Nova Marabá seguem a tradição na Velha Marabá, onde 24 escolas serão representadas por aproximadamente 2.800 alunos.As escolas vão ter de usar a criatividade para levar para a avenida mensagens que façam referência as “Identidades brasileiras: lugares, cores, saberes e sabores”, tema central escolhido pela Semed, para o 7 de setembro de 2019.

Uma das escolas que se prepara para este momento é a João Anastácio de Queiroz, na Folha 16. Os cem alunos do segundo segmento (6º ao 9º ano), que vão participar desse momento cívico, estão animados e ansiosos pelo grande dia. Luís Fernando, de 13 anos, é estudante do 7º ano e pela primeira vez está fazendo parte de um grupo especial. Ele vai representar a cultura do samba. Sem revelar mais detalhes, o aluno falou das expectativas para o desfile. “Estou muito ansioso, estou querendo que chegue logo, espero que seja bom. O samba é muito bonito e importante para nós do Brasil”, destacou.

A Eduarda, do 8º ano B, de 13 anos, também está muito animada. Todos os anos ela faz questão de participar. “Acho bem interessante marchar, representar a pátria”, ressaltou.

Mariluce Leal, diretora da escola, revela que o tema central falando das culturas brasileiras, está sendo trabalhado na escola desde o primeiro semestre do ano, inclusive na festa junina, o que facilita organizar as apresentações. “Trabalhamos carimbó, samba, dentre outras danças e essa mesma temática, estamos levando pra avenida. A escola vai participar com o número de alunos solicitado pela Semed, organizados dentro dessa temática”, destaca a diretora.

Texto: Leydiane Silva

Fotos: Paulo Sérgio

Acessibilidade