Semma: Denúncias de poluição sonora e apreensão de madeira ilegal marcam final de semana

Ao contrário do que vinha ocorrendo até o fim de maio, quando a maioria dos acontecimentos de poluição sonora restringia-se às residências, neste último fim de semana (06 e 07 de junho), muita gente continua descumprindo o isolamento social. Diante da situação, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA) atendeu 28 denúncias de poluição sonora, apreendeu um veículo e seis caixas amplificadas.

O veículo com som automotivo foi guinchado da Folha 21, Nova Marabá, para a SEMMA por cometer o crime de poluição sonora. Das outras apreensões, duas foram encaminhadas para a delegacia. No domingo, dois residentes de um residente da Folha 13 – Nova Marabá, foram conduzidos por lesão corporal a um guarda municipal, dano ao patrimônio e perturbação do sossego. Outro cidadão morador da Rua Nossa Senhora da Conceição, no bairro Liberdade, também foi conduzido por perturbação do sossego.

A Semma ainda deu apoio à Polícia Militar em operação realizada na Orla de Marabá, onde foram registradas algumas aglomerações. A Polícia Militar dispersou a população bem como todos condutores e respectivos veículos que promoviam encontros. Todos vão responder a processos administrativos por crime ambiental.

Nessas operações, a Semma também contou com o indispensável apoio da Guarda Municipal de Marabá (GMM). E ainda, em outra operação integrada com a PRF – Polícia Rodoviária Federal – fez a apreensão de dois caminhões transportando madeira serrada, de várias espécies, de forma ilegal, por divergência de volume e documentação.

Veja outras fotos: 

Texto: João Batista
Fotos: Divulgação Semma 

Acessibilidade