Começou nessa segunda-feira (2), no pátio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a 1° Semana Cultural do Cartão SUS e Programa Saúde na Escola (PSE). A ação tem como objetivo incentivar e facilitar a emissão e atualização do Cartão SUS para alunos da Rede Municipal de Ensino porque a presença do cartão é obrigatória na realização da matrícula e rematrícula dos alunos.

A ação funcionará até sexta-feira das 8 às 18 horas, sem intervalo, para facilitar que os pais que trabalham possam aproveitar ação. “O objetivo é acolher essas mães e pais, por isso tentamos dar horários facilitados. Além disso, teremos outras ações acontecendo paralelamente à emissão do cartão”, destaca Monica Borchat, coordenadora do Departamento de Atenção Básica (DAB) da SMS.

Quem comparecer à SMS também poderá assistir as palestras sobre a importância do cartão SUS, do PSE e outras questões ligadas à saúde. Também é oferecido aferição de Pressão Arterial, teste de glicemia, além de maquiagem com uma equipe de consultoras de beleza. “Essa semana cultural é para um entendimento diferenciado, intensivo para trabalhar com esses, pais e responsáveis Também tiraremos dúvidas sobre o que é o cartão SUS, como é o trabalho do PSE nas escolas e o que o município e a população ganham com esse trabalho”, explica a coordenadora do Cartão SUS em Marabá, Consuelo Amiquiniré Sompré.

A dona de casa, Maiara Souza da Silva, foi uma das primeiras a aproveitar a ação para fazer o cartão. Ela possui dois filhos, o pequeno Derick Rodrigues, de dois meses, e Carlos Daniel, de 12 anos, ambos agora já possuem o cartão SUS. “Muito importante, pois agora é necessário para tudo. Desde de fazer consultas até para fazer a matricula. Aproveitei a oportunidade”, conta.

Para emitir ou atualizar o seu cartão SUS são necessários o documento de identidade, a carteira de nascimento para menores de idade, a certidão de casamento, a carteira de trabalho, CPF e o comprovante de endereço. Para as crianças já matriculadas na rede pública pode ser uma declaração da escola. O cartão SUS também pode ser feito, durante todo o ano, direto na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro.

Atualmente, o Ministério da Saúde exige a presença do Cartão SUS na matrícula dos alunos para o controle das ações do PSE, que contempla 12 ações no município: atualização vacinal dos estudantes, alimentação saudável e prevenção da obesidade infantil, ações de combate ao mosquito Aedes Aegyptil, avaliação da saúde bucal, saúde ocular e avaliação auditiva, prevenção de violência e acidentes, identificação de sinais de agravo, prevenção ao uso de tabaco, álcool e outras drogas, realização de práticas corporais, promoção dos direitos humanos,  prevenção de DST/AIDS e orientação sexual.

Texto: Osvaldo Henriques
Fotos: Paulo Sérgio dos Santos