SMS: Dia do Nutricionista alerta para cuidados com a alimentação

Neste sábado, 31 de agosto é comemorado o dia do Nutricionista. A fim de celebrar a data, nada melhor do que aprender sobre as principais razões para consultar esse profissional tão importante para nossa saúde. Atualmente em Marabá, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), disponibiliza o serviço de nutricionista no Hospital Municipal (HMM) e Hospital Materno Infantil (HMI), no Centro de Especialidades Integradas (CEI) e nas Unidades Básicas de Saúde Pedro Cavalcante e Enfermeira Zezinha.

Nutricionista Jéssica Oliveira

Uma das nutricionistas da rede pública do município é Jéssica de Oliveira. Marabaense, ela se formou em 2012 e trabalha no município desde então. “Sempre gostei de trabalhar na área da saúde. Sempre gostei de cuidar das pessoas, de ajudar, de fazer a diferença. A forma que eu consegui fazer isso foi estudando nutrição”, conta, destacando que atua no HMM e no CEI. No Hospital Municipal a função da profissional é atender os pacientes que estão internados. “No hospital o cuidado é depois que já está instalada alguma doença, são todos os pacientes que estão internados desde pediatria até a unidade de cuidados intensivos, onde atuamos cuidando da alimentação de todos os pacientes”, explica.

Apesar disso, ela ressalta que o papel do nutricionista é evitar enfermidades. O cuidado com uma alimentação saudável serve para prevenir várias doenças e melhorar a qualidade de vida das pessoas, por isso, é importante consumir alimentos mais naturais e menos industrializados. Alimentos ricos em nutrientes, como frutas, verduras e legumes evitam o desenvolvimento de diversas doenças. O nutricionista é o profissional que saberá dizer qual o melhor alimento para você, de acordo com a necessidade e objetivo.

Alergia Alimentar

No CEI são atendidos especificamente os pacientes do Programa de Alergia Alimentar da prefeitura. “É um programa da prefeitura onde a Secretaria de Saúde distribui as fórmulas para as crianças que possuem alergia. Aqui atendemos apenas crianças alérgicas e mães com gravidez de alto risco”, explica Jéssica. É importante lembrar que para isso a criança ou a mãe devem ser encaminhadas pelos pediatras ou ginecologistas.

A profissional explica que o número de pacientes com alergia alimentar tem crescido na cidade, principalmente em relação ao leite de vaca. “Nós, profissionais de nutrição aqui de Marabá observamos um aumento de alergia alimentar. Não se tem ainda uma causa definida, mas sabemos que a alimentação influência e muito. Inclusive a alimentação da mãe antes de conceber o bebê, por exemplo”, comenta.

Merenda Escolar

O cardápio da merenda escolar em Marabá também é elaborado semanalmente por um corpo técnico de nutricionistas e, posteriormente, aprovado pelo conselho municipal. Desde o início do ano, o número de itens que compõem o cardápio dos alunos da rede pública de ensino subiu de 50 para 70. Além disso, a quantidade desses itens advindos da agricultura familiar duplicou de 10 para 21. Alimentação saudável que incentiva o crescimento, desenvolvimento e aprendizagem do aluno. Atualmente a Prefeitura de Marabá é responsável em fornecer merenda para mais de 55 mil alunos.Outra nutricionista da rede municipal de saúde é Nayane Karen. Ela atende no posto Enfermeira Zezinha realizando mais de 10 consultas por dia e vê um bom retorno dos pacientes. “Não há fuga do tratamento, estamos tendo um alto índice de continuidade nos tratamentos”, pontuou, lembrando que a maioria dos pacientes são do grupo de obesidade, diabete e hipertensos. “Fazemos exames de avaliação antropométrica para ver circunferência da cintura, altura, peso e peço exames de dislipidemia, com isso crio o diagnóstico nutricional”, frisou.

Nutricionista Nayna Karen

Texto: Osvaldo Henriques

Fotos: Paulo Sérgio dos Santos

 

Acessibilidade