SSAM: Equipes realizam limpeza das ruas após eleição

(17 de novembro de 2020)

Na manhã desta segunda-feira (16), um dia após as eleições municipais, a frente dos prédios públicos e privados, onde aconteceram a votação deste domingo amanheceram limpas, sem a quantidade de pedaços de papeis deixados pelos cabos eleitorais com propagandas de candidatos.

As equipes do SSAM – Serviço de Saneamento Ambiental de Marabá, iniciaram o serviço de limpeza nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira. Na Marabá Pioneira, onde está localizada a escola Plinio Pinheiro, que registra o maior número de eleitores da cidade, a rua amanheceu limpa e durante todo o dia outros locais de votação também receberam as equipes do SSAM.

O gari Moisés Campos, que já trabalha há três anos na profissão, disse que na última eleição, há dois anos, o acumulo de lixo foi bem maior. “Esse ano foi até pouco, considerando a última eleição, nós tivemos bem mais trabalho para limpar todas as áreas”, disse.

De acordo com Múcio Andalécio, presidente do SSAM, foi montada uma estratégia de limpeza das áreas próximas aos locais de votação. “As equipes foram mobilizadas para atuar durante e após as eleições para evitar aquele transtorno com a quantidade de papeis que são jogados durante a votação”, afirmou Múcio.

Vale a pena lembrar que esse tipo de manifestação de eleitores ou candidatos no período de votação é considerado crime eleitoral como também distribuir material de propaganda política, como volantes ou outros impressos, ou utilizar organização comercial de vendas, distribuição de mercadorias, prêmios e sorteios para propaganda eleitoral ou aliciamento de eleitores (art. 81, II da Resolução TSE nº 23.551/2017 e art. 334 do Código Eleitoral).

Texto: Victor Haôr
Fotos: Paulo Sérgio