SSAM: Para resolver problema de abastecimento de água, poço artesiano é construído no Residencial Tiradentes

Para resolver o problema de abastecimento de água no Residencial Tiradentes, núcleo de São Félix, está em construção um poço artesiano com profundidade de 100 metros, interligado ao Sistema de Distribuição de Água do residencial.

A perfuração do poço iniciou na quinta-feira (06), posteriormente serão feitos os serviços de conexão com a caixa existente e que recebe água de outros poços de menor profundidade e capacidade em atender todos os moradores.

Múcio Andalécio, presidente do SSAM – Serviço de Saneamento Ambiental de Marabá, explica que a construção do poço foi para erradicar um antigo problema. “Quando a empresa, que construiu o residencial entregou a obra, havia quatro poços, dos quatro dois foram abandonados pela falta de condições de usar a água dos poços, e sempre quando uma bomba queimava a população ficava sem abastecimento e agora teremos a segurança de ter água para mais pessoas todos os dias”, explicou Múcio Andalécio.

Múcio Andalécio, presidente do SSAM

A líder comunitária Patrícia Barbosa dos Santos se recorda das dificuldades vividas pelos moradores, com a falta constante de água, desde a inauguração do residencial, há nove anos. “Nosso pedido começou desde cedo, ainda no governo passado, mas fomos atendidos no atual governo, que se sensibilizou com o nosso sofrimento. A luta era grande, passamos 10 dias sem água e as 1410 famílias pediam socorro, e hoje quem está ganhando é a comunidade” destacou.

líder comunitária Patrícia Barbosa dos Santos

A dona de casa Nazaré Santos Alves, moradora do residencial, diz que a água distribuída atualmente para os moradores, possui cor amarelada e mau cheiro. Segundo ela, a água não serve para cozinhar alimentos e apenas é usada para lavar roupa e banhar. “Não é uma água boa, tem gosto de ferrugem e não usamos para quase nada, e nós que temos crianças, enfrentamos uma dificuldade muito grande, além de não ser muito boa, ainda falta constantemente”, relata.

Dona de casa Nazaré Santos Alves

Veja outras fotos: 

Texto: Victor Haôr
Fotos: Aline Nascimento 

Acessibilidade