Trânsito: Projetos de sinalização avançam na Cidade Nova, Nova Marabá e Cidade Jardim

Um dos principais objetivos da sinalização é garantir a segurança do trânsito. Desde o início da atual gestão o município mais que dobrou o número de semáforos espalhados pelas suas ruas

O Departamento Municipal de Transito Urbano (DMTU) de Marabá segue atuando ativamente para melhorar a sinalização do município. Neste ano, vários pontos da cidade receberam sinalização tanto vertical, quanto horizontal. Melhorando o tráfego e a segurança de motoristas e pedestres.

Atualmente as equipes de sinalização do DMTU estão trabalhando em dois projetos. Um na Cidade Jardim, na via de acesso a Unifesspa Campus 3 e uma na VP-02 , no trecho que vai da Folha 18, passando pelo Campus 2 da Unifesspa até a Folha 07 e deve ser finalizado até o fim de julho. O projeto inclui desde colocação de placas de Pare, limites de velocidade, faixa de pedestre, entre outras.

O coordenador de sinalização do DMTU, Sérgio Ferreira, explica que como muitas vias receberam pavimentação na cidade, o trabalho da equipe tem se concentrado principalmente nesses locais. “Para que elas sejam entregues a população com segurança, nós já aproveitamos e junto com a liberação da pavimentação fazemos a sinalização. Esse ano o trabalho se concentrou principalmente na Cidade Nova”, ressalta.

Entre as ruas que receberam pavimentação e sinalização completa neste ano, podemos destacar a Avenida Sudoeste no Bairro Bom Planalto, a Avenida Adelina 26 de junho, parte da Avenida Ademir Martins, no Bairro Liberdade e a Avenida 1º de Junho no Bairro Jardim União. Na nova Marabá a Folha 12 também recebeu pavimentação e sinalização e urbanização recentemente.

No início do ano também foi realizada a sinalização horizontal e vertical nas ruas nos arredores da Praça São Francisco. “Toda a revitalização da sinalização foi feito com os ajustes e alterações que a Praça sofreu após a reforma”, comenta Sérgio.

Redução de acidentes

Um dos principais objetivos da sinalização é garantir a segurança do trânsito. Desde o início da atual gestão o município mais que dobrou o número de semáforos espalhados pelas suas ruas. Um dos mais recentes foi o semáforo colocado no viaduto da Coca Cola, que dá acesso ao Bairro Nossa Senhora Aparecida.

Segundo Sérgio Ferreira este era um dos locais com maior índice de acidentes no município, no trecho que interligava a Folha 09 com a travessia da BR-222. “Após a sinalização houve uma redução drástica de acidentes de trânsito, tanto de colisões como de vítimas, nenhum registro. É um ponto em que tivemos 100% de aproveitamento no que diz respeito a segurança no transito”, comemora.

Outros projetos

Outro grande projeto de sinalização de regulamentação e informativo ocorreu na BR-230 na Transamazônica, no trecho do aeroporto, saída pra Itupiranga até a rotatória do Km-06. “Colocamos várias no que diz respeito a travessia de pedestre principalmente a travessia semaforizada do Hemopa, aonde mesmo que o semáforo esteja aberto para os motoristas, se ainda houver pedestre eles obrigatoriamente têm a preferência”, conta

Também foi feita toda uma sinalização educativa para os motoristas de moto sobre a obrigatoriedade de ultrapassar somente pela esquerda. Também foi feita a regulamentação no transporte de veículos pesados e lentos, para que transitem somente pela faixa da direita. “A faixa esquerda é para veículos com maior mobilidade. Se todos cumprirem sua parte, evitasse manobras arriscadas”, ressalta.

Transporte coletivo

Nesse ano, também foi realizada a colocação de 10 placas de pontos de parada ônibus no Residencial Tocantins, facilitando o transporte coletivo da região. “Os locais foram apontados pela coordenação de transporte e fizemos a sinalização. Quanto mais informação mais seguro e ágil fica o trânsito para todos que o frequentam”, conclui Sérgio.

Neste ano também foi implementado um projeto de sinalização turística pela Secretaria Municipal de Turismo (Semtur), com placas com indicações dos locais implantadas em vários pontos da cidade. Como na Rodovia Transamazônica, Nova Marabá, Núcleo de São Félix e Marabá Pioneira e colocação de pórticos nas entradas da cidade.

Veja mais fotos:

Texto: Osvaldo Henriques
Fotos: Divulgação

Acessibilidade