Transporte: Sindicato dos Mototaxistas alerta população contra clandestinos

A população tem procurado cada vez mais por um meio de transporte eficiente e seguro. O serviço de mototáxi tem respondido bem a essa demanda de passageiros. Mas é preciso ficar atento e evitar os mototaxistas que trabalham na clandestinidade, colocando em risco a vida de pessoas, que por falta de informação e orientação, pagam por um serviço sem qualquer reconhecimento legal por parte das entidades e órgãos fiscalizadores.

Esse alerta é feito pelo presidente do Sindicato Único dos Mototaxistas de Marabá (Sinumtam) Emídio Nunes. “Orientamos aos passageiros e usuários do transporte público que busque um profissional autorizado, observando sempre a cor do uniforme laranja, placa do veículo na cor vermelha, capacete laranja, no colete existem os números para o usuário fazer a reclamação e o nome do motorista. Esse é um transporte seguro com profissionais capacitados e o respaldo que se algo acontecer o usuário pode procurar o órgão gerenciador de transporte que o DMTU”, explica Emídio.

 

 

 

 

 

 

A prefeitura de Marabá, através da Secretaria de Viação e Obras Públicas (Sevop), também trabalha para dar mais conforto a trabalhadores e usuários do serviço de mototáxi na cidade. Foram construídos 3 novos pontos com cobertura e assentos, possibilitando proteção do sol e chuva. Atualmente a categoria conta com cerca de 30 pontos fixos demarcados e sinalizados pelo DMTU, destes sete contém edificações, entre os novos estão os do Terminal  Rodoviário do KM 06, Folha 23 e bairro Liberdade.

 

 

 

 

 

 

Quem utiliza os serviços de mototáxi regularizado em Marabá tem a confiança que será bem atendido como destaca dona Joana da Silva Pinto. “Sempre me trataram bem, é rápido e eu sempre utilizo, de dia ou de noite, sempre fui bem tratada e vou continuar usando”.

Deusimar de Oliveira Lopes também confia no trabalho dos mototaxistas. “Traz uma segurança a mais. Se estão aqui trabalhando é porque foram fiscalizados e nós temos a certeza que chegaremos com segurança ao nosso destino”.

Atualmente são 700 mototaxistas titulares credenciados e mais 200 auxiliares. A categoria recebe constantemente denúncias de clandestinos atuando na cidade, principalmente pelo período noturno. Vale ressaltar que os usuários do serviço podem denunciar clandestinos e qualquer outra irregularidade, inclusive se praticadas pelos próprios credenciados, como cobrança abusiva, deixar de prestar o serviço sem justificativa plausível, veículo em péssimas condições, mototaxista alcoolizado e outros.

Para reclamações, denúncias e sugestões, o número do DMTU é 3321-1021.

 

 

ACESSIBILIDADE
X